quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Sentimentos que se recriam a cada dia....

Estou na frente do meu note a obsevar a felicidade disfarçada entre pequenas intrigas e picuinhas que fortalecem ainda mais o amor entre duas pessoas....
Por que será que os dramas são indispensáveis nas relações dos casais?
É simples: as provocações sempre levam a entendimentos e apimentam ainda mais os sentimentos que na maioria das vezes são reciprocos.
Conheço duas pessoas que se amam a tempos... Um quer, o outro acha que vai enjoar.. E no final sempre escuto que assim caminha a humanidade... Porém tenho certeza e já vejo um fabuloso casamento nos próximos meses...
Aos meus queridos amigos, de casa, um breve relato sobre vocês, que são maravilhosos e adoro muito!
A força do amor que os una!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

A Intensidade das Coisas

Um dia desses tive uma experiência muito interessante e intensa.
Fiquei a refletir como as palavras tem tamanho poder e a mente tamanha criatividade quando estimulada, a ponto de fazer com que as pessoas num patamar de inspiração, conexão e vontade, pudessem transformar em canção, um momento em tão poucas linhas...

"Linhas escritas que fizeram eu descobrir alguém
Não precisei de muito para ver que nos encontramos
Foi uma espécie de contato especial
Eu já estava perto de ficar longe"

Ao meu amigo distante, um singelo registro em meu blog, pela surpreendente capacidade de ser intenso de corpo, alma e coração.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Por que as pessoas gritam?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos :
"Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas ?" "Gritamos porque perdemos a calma", disse um deles.
"Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado ?", questionou novamente o pensador.
"Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça", retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar :
"Então não é possível falar-lhe em voz baixa ?"
Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.
Então ele esclareceu :
"Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido ?"
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas ?
Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê ?
Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena.
Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram.
E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta.
Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Por fim, o pensador conclui, dizendo :
"Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta".

Mahatma Gandhi

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A Fuga...

Em uma das minhas longas noites, refleti sobre o motivo pelo qual as pessoas estão sempre tentando fugir daquilo que entristece, machuca, dói, como se realmente este fosse o melhor caminho a encarar a realidade de fato.

Muito me impressiona a forma de vida que leva uma amiga minha, que por sinal é muito querida pra mim. Como as diferenças são fundamentais em nossas vidas! Conversamos muito sobre o lado emotivo das mulheres, principalmente quando ela diz que acha fantástico quando as pessoas realmente conseguem de forma sincera colocar pra fora aquele sentimento que sufoca.

O fato é que o tempo todo, as pessoas estão buscando opções de vida menos ou mais exóticas a fim de encontrar seu equilíbrio para simplesmente viver.... Muitas vezes o isolamento é a melhor saída a procurarmos alguém pra desabafar. Dizem que o ser humano é “bicho complicado”, principalmente as mulheres. Sinceramente, tenho inúmeras ressalvas...

Estamos em crise...
As pessoas fogem para viver melhor ou para tentar deixar para trás o mundo que pesa cada dia mais em suas costas? Aqueles que fogem tentam dentre suas tantas confusões encontrar simplesmente um caminho para recomeçar ou se perdem ainda mais à medida que tentam buscar saídas sua encarar a realidade?

Nada como ter pessoas queridas e amigos por perto, seja para compartilhar histórias, para abraçar, para amar... Viva a diversidade!