terça-feira, 6 de março de 2012

Cruéis Momentos...

Olhos tristes não puderam apreciar o belo sol desta manhã...
- Marieta, cadê o brilho do seu olhar?
Um silêncio pairou pelo ar...
Naquele momento ela viajava pelo interior do seu ser, tentando procurar resposta para tudo a fim de se livrar daquele desespero que viera a assombrar...
- É... a vida é assim Marieta. Você é forte... Há de passar...
Enquanto isso, Marieta continuava em suas reflexões: sem brilho, sem luz, sem nada.