terça-feira, 25 de junho de 2013

A hora do ponto.

Tenho conversado com muitas pessoas recentemente e todas elas tem em comum um seguinte ponto: a busca por uma vida mais feliz. Tenho notado que está faltando o brilho, aquela energia plena para completar esse emaranhado de pontos indefinidos.
Só que este ponto, que deveria ser bem definido, transforma-se por algum motivo em pontos diferentes! Percebi que aparecem várias reticências (...) e muitas interrogações (?).....
O ponto final realmente é algo difícil de se colocar. Exige coragem, e mais que isso, exige atitude. E esta, quando vem, faz com que nos desapeguemos de muitas coisas que marcaram nossa vida. Quando desapegamos, permitimos que novos acontecimentos possam vir a fazer parte da nossa história.
Deixar para trás dá uma dor no peito, principalmente quando essas histórias deixam um ar de lembrança feliz. Ou ainda, tomar uma decisão difícil que mudará para sempre sua vida...
Enfim, levo isso comigo, mas é cada dia mais claro para mim que, praticar o desapego é permitir-se. É colocar pontos finais em tudo aquilo que já passou.
Somente dessa forma, poderemos iniciar um novo parágrafo, para construção de uma nova história feliz!
Boa semana!

Nenhum comentário: